CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL FÓRUM SETORIAL AUDIOVISUAL- ITAJAÍ

​*** CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL ***

Dia 19 de Setembro às 09h no Auditório da TV Univali – Itajaí

** Transmissão ao vivo na internet **

A SETORIAL AUDIOVISUAL CATARINENSE convoca profissionais, estudantes, pesquisadores e todas as representações do setor para reunião com seguinte pauta:

- Banco de dados de profissionais, pesquisadores e estudantes:

Para um levantamento de dados sobre os produtores, regiões e instituições de ensino de audiovisual no Estado a Setorial Audiovisual Catarinense está desenvolvendo um banco de dados colaborativo que também vai auxiliar os produtores na pesquisa de fornecedores, assim como alimentar os indicadores para redação do Plano Estadual de Cinema e Audiovisual.

- Apresentação do Instituto Catarina Criativa:

Apresentação institucional e das próximas ações 2014-2015, com ações de incentivo à inovação, ajudar no desenvolvimento de produtos, acesso a mercado (conhecer e ser conhecido por potenciais clientes) e apoio ao empreendedorismo criativo de novas empresas do setor audiovisual. Serão apresentadas as ações Workshop de Inovação Catarina Criativa, Pesquisa de Mercado e Lab Catarina Criativa – Séries de TV (apoio a desenvolvimento de produtos e acesso a mercado a canais de TV).

- I Encontro de Câmaras Municipais de Cinema de Santa Catarina:

Nesse primeiro encontro serão levantados através da FCC, Fecam e Conseg os municípios que estão desenvolvendo ou já desenvolveram a gestão cultural com mecanismos de incentivo às artes e ao cinema e audiovisual, numa tentativa de compartilhar informações em rede para que o modelo eficientes se tornem referência para os municípios que ainda não desenvolveram seu plano de cultura. Ações como empresa pública, film comission, rede de produtores e de distribuição, fundos, lei de incentivo e editais, assim como programas de capacitação, oficinas, festivais e os dados indicativos de cada cidade entrarão em pauta no encontro de câmaras municipais que pretende manter uma periodicidade.

- Reunião do setor com autoridades governamentais:

A pauta sugerida é a situação delicada de falta de sede da Cinemateca Catarinense mas outras pautas também podem entrar em votação. A ideia é apresentar uma Carta Aberta do Setor Audiovisual Catarinense à nova presidente da Fundação Catarinense de Cultura, ao Secretário de Cultura, Turismo e Esporte e ao Governador, em audiência com representantes de todas entidades ligadas ao audiovisual em Santa Catarina, câmaras municipais, instituições de ensino e de indústria.

- Proposta de debate com candidatos ao governo:

Ainda há tempo de tentar organizar o debate tendo como local simbólico o cinema do CIC em Florianópolis na sede da Fundação Catarinense de Cultura que se encontra com as portas fechadas.

- Efetivação de Comissões e Grupos de Trabalho:

Comissão Institucional, Comissão de Inovação, GT de Comunicação, GT de Indicadores e GT de Articulação Parlamentar são formas de organizar o trabalho que a demanda da própria Setorial em coletar os dados que já estão sendo discutidos nas esferas de representação de classe e de ensino.

- Divulgação de agenda e cronogramas:

A discussão tem a meta de ser permanente através das ferramentas de internet com uma reunião mensal periódica marcada para todo dia 19. As Comissões e GTs trabalhando em paralelo podem convocar reuniões extraordinárias (assim como qualquer membro da Setorial) específicas para apresentação de um documento. Cabe às Comissões e aos GTs apresentarem suas agendas de trabalho aos membros da Setorial convocando os mesmos a participarem mais ativamente.

* * * * * * *

Local: Auditório da TV Univali, bloco C3 sala 201. Centro, Itajaí – SC

* * * * * * *

< Com transmissão online ao vivo >

< Apoio Univali e Câmara Municipal de Cinema e Audiovisual Itajaí >

< Organização GT Comunicação – Setorial Audiovisual Catarinense >

//

O crescimento do Cinema e Audiovisual em Santa Catarina depende de políticas públicas construídas pela sociedade com o Governo.

É dever da sociedade apontar os caminhos mais eficientes e propor modelos inteligentes e atualizados de gestão dos recursos.

//

Leia a pauta completa em setorialaudiovisualcatarinense.wordpress.com

Participe do grupo exclusivo para organização do setor
facebook.com/groups/fsetaudiovisualcatarinense

//

Seminário para pensar as Cinematecas e instiuições de preservação latino-americanas acontece no 18º FAM

Seminário “MEMÓRIAS DE UM CONTINENTE EM MOVIMENTO: A HISTÓRIA E O PAPEL DAS CINEMATECAS LATINO-AMERICANAS NO PRESENTE” acontecerá nos dias 24,25 e 26 durante o Festival Audiovisual Mercosul – FAM

cartaz_novo

O 18º Florianópolis Audiovisual Mercosul realizará o seminário Memórias de um continente em movimento: a história e o papel das cinematecas latino-americanas no presente. O encontro reunirá em Florianópolis, nos dias 24, 25 e 26 de maio, representantes da Cinemateca Uruguaia, Cinemateca Brasileira (Minc-SAV), da Associação Brasileira de Preservação Audiovisual (ABPA), da Cinemateca Catarinense (ABD-SC) e do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS-SC/ FCC), além da presença do advogado Petrus Barreto, especialista em direitos autorais e conexos. Os debates programados para o encontro têm como objetivo fornecer ao púbico a oportunidade de conhecer um pouco sobre a história e sobre o trabalho realizados pelas cinematecas representada (na preservação e na difusão do patrimônio cinematográfico/ audiovisual de seus respectivos países), bem como a intenção de colocar na ordem do dia possibilidades de intercâmbio e de acordos de cooperação técnica entre as cinematecas do continente, visando o desenvolvimento de suas atividades e uma melhor e mais ampla difusão de seus respectivos acervos. Serão mesas temáticas organizadas de modo a acolher a participação de um público amplo e interessado nas questões de preservação e no trato da memória audiovisual do continente.

As sessões de sábado e domingo, matutinas e vespertinas ocorrerão no Hotel Maria do Mar, no Saco Grande. Na segunda-feira, dia 26, ocorrerá um painel com os participantes do encontro no campus da UFSC às 10hrs da manhã.

O Seminário é uma realização da Cinemateca Catarinense (ABD-SC) em parceria com o Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS-SC) e com o 18º FAM.  Confira a programação completa do Festival,no site: http://www.famdetodos.com.br

Seminário Memórias de um continente em movimento: a história e o papel das cinematecas latino-americanas no presente

Sessões dos dias 24 e 25 de maio, sábado e domingo – início 9h30 e retorno 14h. Na Sala Laranjeira – Centro de Cultura e Eventos da UFSC [Campus Universitário, Trindade – Florianópolis/SC].

Sessão do dia 26 de maio – segunda-feira – início 10h. No Centro de Cultura e Eventos da UFSC [Campus Universitário, Trindade – Florianópolis/SC].

Mais informações: wwwcinematecacatarinense.org |.famdetodos.com.br

CINEMATECA CATARINENSE E MIS- SC PROMOVEM AÇÕES PARA FORMAÇÃO E PRESERVAÇÃO AUDIOVISUAL

Oficina de Preservação Audiovisual que acontece na próxima semana, marca o inicio das ações.

oficina_de_preservação_audiovisual

“Preservar filmes significa coletar, identificar, documentar, estabilizar, recuperar fisicamente, restaurar técnica e esteticamente, transferir para novos suportes de guarda, conservar, catalogar, difundir e disponibilizar para consulta permanente, entre outras tarefas associadas. Mesmo longe do ideal, este trabalho pode ter uma enorme influência na vida de uma comunidade e mesmo de uma sociedade. O Estado brasileiro continua distante do universo da preservação de filmes” assim discorre Hernani Heffner sobre a situação da preservação audiovisual. Presidente da Associação Brasileira de Preservação Audiovisual e conservador chefe da Cinemateca do MAM-Rio, Hernani estará em Florianópolis, no fim de maio, para ministrar a Oficina de Preservação Audiovisual, prestar consultoria aos acervos da Cinemateca Catarinense e Museu da Imagem e do Som (MIS/SC) e, ainda, participar do “Memórias de um continente em Movimento: a história e o papel das cinemateca latino-americanas no presente” durante o 18º Festival Audiovisual Florianópolis (FAM) [www.famdetodos.com.br].

A Oficina de Preservação Audiovisual surgiu de uma iniciativa da Cinemateca Catarinense em parceria com o Museu da Imagem e do Som, com o intuito de melhorar a capacitação dos técnicos de ambas as instituições e, também, para novos conservadores e técnicos de acervos, visto que os acervos têm crescido nos últimos anos. A oficina acontecerá no MIS/SC, durante as tardes dos dias 22 e 23 de maio, das 13h30min até 17h30min, gratuita e com vagas limitadas. Os interessados devem acessar o site da Cinemateca Catarinense [www.cinematecacatarinense.org] para realizar a inscrição.

Mais informações: www.cinematecacatarinense.org

OFICINA DE PRESERVAÇÃO AUDIOVISUAL

Quando: 22 e 23 de maio, com quatro horas diárias vespertinas – Das 13h30min até 17h30min
Onde: Museu da Imagem e do Som – Centro Integrado de Cultura (CIC)
[Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica, Florianópolis - SC]
Quanto: Gratuito

inscreva-se

Inscrições: Enviar por email: nome, profissão e  telefone com assunto “OFICINA DE PRESERVAÇÃO AUDIOVISUAL” para contato@cinematecacatarinense.org até o dia 21/05

Contato: 48 3224 7239 |  www.cinematecacatarinense.org

Informativo Cinemateca Catarinense

 

cabeçalho para informa

MUDANÇA DO ESTATUTO

Na assembleia de  22/04, o estatuto e propostas de alterações não foram votado por falta de quórum. É muito importante que todos participem e estejam atentos para todas as mudanças. A nova data para assembleia será marcada e em breve a convocação com todas as orientações para participação será enviada.

RETORNO SOBRE AS DENÚNCIAS DE 2013

Na última semana recebemos ofício da ouvidora da Prefeitura Municipal de Florianópolis respondendo à nossos relato de defesa e esclarecimento. Como as acusações foram indevidas e se referiam a irregularidades inexistentes, todas foram arquivadas. O documento segue no Anexo 1.

Imagem

LADO C

No dia 16/04 foi lançada a quinta edição da revista Lado C 5. A edição traz ainda o texto de André Dib sobre a crescente produção do cinema pernambucano, o artigo de Orlando Senna sobre o audiovisual na internet, o depoimento de Marcelo Esteves sobre os problemas do roteirista no Brasil, a reflexão sobre os conceitos de difusão do audiovisual, de Fausto Correa Jr entre outras críticas e análises importantes. A capa é a obra “Lampião e Maria Bonita: amor bandido” do artista Susano Correia. Ilustram esta edição, os artistas Alexandre Siqueira, Clênio de Souza e Yannet Briggiler, animadora e desenhista.
Para os que não puderam comparecer: está disponível a versão impressa na sede da Cinemateca Catarinense e na Fundação Badesc, a versão online está no site da Cinemateca: http://cinematecacatarinense.wordpress.com/lado-c/

Imagem

CINEMATECA E CINE PAREDÃO EXIBEM “PLANO B”

A Cinemateca Catarinense firmou parceria com o Cine Paredão e participará do Circuito Nacional de Estreias do documentário PLANO B (84 min, 2013, DF), de Getsemane Silva. O circuito   prioriza a janela cineclubista de exibição, valorizando sua importância como um dos principais meios de acesso a diversidade de conteúdos cinematográficos.

A exibição será no dia 30/04 (quarta feira)  20h na Ufsc. Mais informações no Anexo 2 e no evento do facebook:  https://www.facebook.com/events/235270466667939/?ref=notif&notif_t=plan_user_invited

 

ACERVOS – PARCERIA UFSC E UNISUL

A Cinemateca Catarinense está iniciando uma parceria com os cursos de cinema da Unisul e UFSC para troca de acervo. Nos dois cursos existe acervo de filmes feitos durante o curso e resultados de Trabalhos de conclusão, além de títulos produzidos extra universidade por alunos e professores. A Cinemateca fará cópia de todos e deixará seu acervo à disposição dos estudantes.

rodapé

Exibição “Plano B” – Parceria entre a Cinemateca Catarinense e o Cine Paredão!


Imagem

Essa exibição integrará o Circuito Nacional de Estreias do documentário PLANO B. O circuito prioriza a janela cineclubista de exibição, valorizando sua importância como um dos principais meios de acesso a diversidade de conteúdos cinematográficos. O filme será lançado no mês de aniversário de Brasília, comemorado no dia 21 de abril, de forma a ampliar a visibilidade do documentário e de todos os parceiros envolvidos.

Sinopse: Em 1967, o filme em curta-metragem “Brasília – Contradições de uma Cidade Nova” decide revelar os subúrbios pobres de Brasília e termina proibido pelos próprios patrocinadores. Para proteger a cópia, Joaquim Pedro de Andrade, diretor do curta, decide escondê-la logo após uma projeção surpresa. Passados 40 anos de esquecimento, o filme é restaurado e se mostra incrivelmente atual. Em 2012, outra equipe de cinema procura as pistas da produção, da censura e do desaparecimento da cópia para entender porque a vanguarda modernista não chegou aos subúrbios da cidade, e descobrir qual foi o futuro das pessoas que estavam no filme proibido.

O documentário longa-metragem PLANO B resgata este importante episódio do cinema brasileiro, com um olhar crítico sobre o passado e o presente das nossas urbanidades. Acreditamos que o documentário possa promover importantes debates e reflexões, que ajudem a construir novos olhares sobre a atual urbanização brasileira.

Trailer: http://vimeo.com/66158049

Direção: Getsemane Silva
Duração: 84 min
Ano: 2013
País: Brasil

Por ser um filme que propõe uma reflexão sobre a urbanização brasileira e os seus impactos sobre toda a sociedade, a sessão será realizada na área externa do Prédio de Arquitetura. Logo mais disponibilizaremos o local exato da exibição.

Confira mais informações sobre o evento: https://www.facebook.com/events/235270466667939/?ref=notif&notif_t=plan_user_invited