13º CATAVÍDEO é lançado na terça no Cine Pitangueira

 Com exibição dos vídeos mais votados em 2010, será lançado nesta terça-feira, dia 9 de agosto, às 19h, no Cine Pitangueira, as inscrições para o 13º CATAVÍDEO – Mostra de Vídeos Catarinenses. O evento se consolidou como a principal janela de exibição dos audiovisual produzido no Estado e a partir desta data os produtores interessados em exibir seus filmes na Mostra já podem realizar as inscrições através do site www.catavideo.org.

 Podem ser inscritos vídeos produzidos em qualquer ano, desde que inéditos na mostra e realizados em Santa Catarina ou que tenham a participação de catarinenses. As inscrições vão até o dia 9 de setembro. A organização anunciará algumas novidades para esta edição, como o sorteio de premiação para as produções inscritas e a realização de pelo menos duas sessões em cada dia do evento, que ocorrerá de 4 a 13 de novembro na Fundação Cultural Badesc, localizada no Centro de Florianópolis.

O CATAVÍDEO exibe todos os filmes inscritos e o objetivo é resgatar produções que circularam pouco e foram parar nas prateleiras dos realizadores, além de estabelecer um panorama recente do cinema produzido no Estado. Ao longo de 12 anos, o festival formou um acervo de aproximadamente 1.000 vídeos, com um quadro significativo da produção da década. A intenção é ampliar o número de títulos para preservar a memória e fomentar a exibição. Nas últimas três edições, a média anual de títulos inscritos foi superior a 100 filmes.

Além da Mostra, o CATAVÍDEO promove oficinas, que serão realizadas em parceria com o SESC. Estão programadas oficinas de Cineclubismo, Cultura Digital, Divulgação de Audiovisuais, Classificação Indicativa e Animação.

O regulamento para inscrições pode ser acessado em www.catavideo.org e após fazer o registro online, os realizadores devem entregar uma cópia da ficha de inscrição assinada, juntamente com a cópia de seu vídeo e material de divulgação no Fundo Municipal de Cinema de Florianópolis. O Funcine fica anexo à Fundação Franklin Cascaes, no Forte Santa Bárbara, Centro, e funciona de segunda a sexta, das 13 às 18h, fone (48) 3224-6591 e 9989-4215. O material pode ser entregue pessoalmente ou via correios. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail catavideo@alquimidia.org.

A cada ano, a organização traz um debatedor convidado para abrir o festival. Nas edições anteriores vieram os diretores Eduardo Valente, Gustavo Spolidoro, Carlos Nader Emerson Schmidlin, Kiko Goifmann e Rodrigo Grota. O CATAVÍDEO é realizado pela Associação Cultural Alquimídia e Funcine, em parceria com a Fundação Cultural Badesc, Sesc e Cinemateca Catarinense, com o apoio do Museu da Imagem e do Som e produção da Exato Segundo Produções Artísticas.

 O quê: Lançamento das inscrições do 13º CATAVÍDEO – Mostra de Vídeos Catarinenses, e sessões de cinema às 15 e 19h.

Quando: terça-feira, 9 de agosto.
Onde: Casa das Máquinas do Casarão da Lagoa. Praça Bento Silvério, Lagoa da Conceição, Florianópolis.

Quanto: gratuito.

FILMES

Fogo.Doc (Leandro Andrade)

|Fpolis|5’|Doc.|2005|

Documentário com o lado pitoresco dos acontecimentos do dia 19 de setembro de 2005, data em que acorreu o incêndio na ala norte de Mercado Público de Florianópolis.

Seca na Mesopotâmia (Coletiva – LAPIS)

|Fpolis|9’|Animação|2009|

Na antiga Mesopotâmia, a seca é um grande problema a ser enfrentado.

Degelo Seco (Alceu Kunz)

|Sombrio/Rio de Janeiro|15’|Ficção|2008|

Um homem conversa com sua geladeira e demais objetos do conjugado onde mora.

A incrível história da vovozinha e o lobo mau (Kurt Shaw e Rita de Cácia Oenning da Silva)

|Fpolis/Rio de Janeiro|3’|Animação|2010|

Três crianças de 4 anos da creche Salgueiro, no Rio de Janeiro, narram a história da Chapeuzinho Vermelho, dando a essa uma versão bastante diferente. O resultado é inesperado e demonstra a fabulosa criatividade e capacidade adaptativa de crianças pequenas. Nas suas narrativas, povoada por personagens que se transmutam de um personagem a outro, o Lobo Mau casa com a vovozinha e todos vivem felizes para sempre.

Braziland (Giuseppe Consentini)

|Laguna|5’|Ficção|2010|

Humor negro sobre o horário porlítico brasileiro.

D’Exibicionismo (Jone Schuster)

|Maravilha|3’|Ficção|2010|

Ele só sentia prazer se alguém o estivesse observando.

Making of (Fabrício Porto)

|Joinville e São Francisco do Sul|17’|Ficção|2010|

Bene é um videomaker que, em um dia de suas gravações experimentais, encontra Bia. Os dois conversam e decidem trocar as fitas de suas câmeras. Após ver as imagens de Bia, Bene acredita que está fazendo parte de um filme.

A 7ª Margem (Renato Grillo)

|Fpolis|25’|Ficção|2010|

Metáfora sobre a insustentável situação do país em seus vários níveis. Perdido, o personagem vaga sobre a própria vida em busca de saídas. O filme traz em si o conceito de marginalidade. Realizado sem recursos técnicos e financeiros em apenas três dias. Seja marginal, seja herói.

Duração total da sessão: 82 minutos

Anúncios
Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s