Mulheres no Cinema: Cine Pitangueira exibe Dolls

Mulheres no Cinema

DOLLS
de Kitano Takeshi

FIC | Japão | 1993 | 113’

terça  – 20 MAR 2012 -20h

Três histórias inspiradas no teatro bunraku, também chamado de ningyo joruri, uma forma clássica de teatro japonês. São peças com fantoches, onde pessoas escondidas com vestes negras manipulam bonecos no palco. Baseado nisso, conheça a história de Matsumo e Sawako, que enfrentam a oposição da família dele para se casarem, o que resulta em uma tragédia escolha; de Miro, um chefe da máfia que está muito mal de saúde, que resolve voltar ao parque onde conheceu uma namorada que o abandonou, à 30 anos atrás; e de Haruna Yamaguchi, que depois de um acidente que o transformou de uma badalada estrela pop em uma pessoa reclusa e de rosto coberto de ataduras, fica agora olhando para o mar.

Matsumoto (Nishijima) é pressionado pela família a abandonar a namorada, Sawako (Kanno), e a trocá-la por um casamento de conveniência, com grandes benefícios para a sua carreira. Sawako tenta o suicídio e Nishijima sente-se culpado e tenta, desesperadamente, reparar as consequências da sua decisão.
Hiro (Mihashi), um líder Yakuza, recorda-se da mulher que abandonou 30 anos atrás (Matsubara), quando optou por uma vida de fama e de dinheiro. Na despedida, ela disse-lhe que continuaria a trazer-lhe o almoço todos os sábados, ao mesmo banco de jardim.
Nukui (Tageshige), um controlador de trânsito, é um admirador fanático pela cantora pop Haruna (Fukada), a qual, na sequência de um acidente, se isola do mundo exterior e dos fãs.

O último filme de Kitano Takeshi inspira-se em histórias tradicionais do teatro japonês de marionetas, Bunraku, apresentando três situações de puro abstraccionismo romântico, interligadas numa história que flúi de modo uniforme, sobre constantes mudanças de cenário e das personagens enquadradas pela objectiva. A história central, constituindo também aquela com maior proeminência emocional, é a de um casal misterioso, que vagueia por ruas e jardins, unidos por uma corda. Tal como nas histórias com os outros dois pares, a narrativa recorre a mecanismos de flashback, com um ritmo eficaz, embora possa parecer lento a início, fechando cada uma delas com regressos melancólicos a um passado irrecuperável, contrastando com a amarga evolução de cada uma das situações no tempo presente.

Se há filmes aos quais se pode apontar o dedo e dizer sem preconceitos que se trata de “Arte” – assim, com um A bem nutrido –, «Dolls» pode certamente ser um dos acusados. Pelo menos é um tipo de “arte” mais fascinante do que aquele que resulta de modos de filmar e de contar histórias que recorrem a estruturas narrativas “anti-comerciais”, que o são mais pelo desprezo desse rótulo e do mercado, do que propriamente por existir uma história que pede para ser contada, um processo criativo assente no talento de cineastas ou na qualidade de um texto. «Dolls» é um filme que funciona a um nível mais emocional do que intelectual – não há puzzles ou nós para desatar –, requerendo apenas que nos recostemos e o vejamos de olhos bem abertos. Os momentos introdutórios deixam-nos a pairar, mas a partir do momento em que se fecha o ciclo da primeira história – que não acaba, apenas se clarifica – ficamos completamente presos ao evoluir desta e das outras relações.

Texto retirado de: www.asia.cinedie.com/dolls.htm#

O QUE: Sessão Mulheres no Cinema

QUANDO: terça-feira, 20 de março, 20h

ONDE: Cineclube Pitangueira – Casa das Máquinas – Praça Bento Silvério, Lagoa da Conceição

QUANTO: Entrada franca e livre

UMA REALIZAÇÃO: Cinemateca Catarinense, Prefeitura. Municipal de Florianópolis, Funcine, Fundação Franklin Cascaes – Casa das Máquinas

CONTATOS:

Cinemateca Catarinense (48) 3224.7239

Casa das Máquinas (48) 3232.1514

cinepitangueira@gmail.com

contato@cinematecacatarinense.org

casadasmaquinaslagoa@gmail.com

www.cinematecacatarinense.org

www.pmf.sc.gov.br/entidades/funcine

Anúncios
Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s